Dia Municipal da Folia e Reis é prestigiado pelo público

Dia Municipal da Folia e Reis é prestigiado pelo público

Publicado segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Por indicação do vereador Rafael Talarico, a administração de José Eduardo Coscrato Lelis, com aprovação da Câmara, instituiu o segundo domingo de janeiro, como o Dia Municipal da Folia de Reis. O dia consagrado aos Reis Magos, santos homenageados pelas Folias Reis, é o dia 6 de janeiro, neste sentido estabeleceu o dia municipal no segundo domingo, para evitar confrontos de agendas com dos foliões, que pela tradição no dia 6 de janeiro encerram a peregrinação tocando para o presépio do “dono da promessa”, geralmente com festa em que são servidas as prenda arrecadadas durante a romaria dos foliões, que começa na véspera de Natal.

Em Guaíra com a instituição do Dia Municipal da Folia de Reis, o Departamento de Cultura e o Fundo Social de Solidariedade promoveram a apresentação de Companhias de Reis na manhã de domingo, dia 13 de janeiro, na Feira Livre “Tomozilo Miada” (avenida José Flores). Um presépio de grandes dimensões foi montado para receber os louvores cantados dos foliões.

O novo evento, na sua primeira edição já atraiu um grande público que assistiu atento às: Companhia de Reis Lapinha de Belém, embaixadores, José Mauro e Geraldo Geloni;  Companhia Caminho de Belém, embaixador, Sérgio Cornacione e Companhia de Reis Estrela do Amanhã, embaixador, Vinicius Ananias.

Depois da apresentação das folias, teve show com o Trio Geração Sertaneja (Vinicius, Luiz Carlos e Lúcio). Como incentivo a tradicional manifestação de cultura popular cada companhia que se apresentou na feira ganhou um violão novo da Prefeitura.

Além do prefeito, José Eduardo Coscrato Lélis e secretariado, prestigiaram o evento os vereadores, Rafael Talarico (autor da indicação), Maria Adriana Barbosa de Oliveira Gomes, Jorge Domingos Talarico e Moacir João Gregório.

“Ficamos satisfeitos com a primeira edição do Dia Municipal da Folia de Reis,  estamos fomentando a cultura popular, para que esta manifestação se mantenha. Por isso que a escolha foi a feira livre da avenida José Flores, um local que também faz parte do patrimônio imaterial do povo guairense”, reforçou o Chefe do Departamento de Cultura, Sidnei Ferreira dos Santos.