Prefeitura instala “Academia ao Ar Livre” no Zoológico Municipal

Prefeitura instala “Academia ao Ar Livre” no Zoológico Municipal

Publicado terça-feira, 4 de dezembro de 2018

O Zoológico Municipal “Joaquim Garcia Franco”, conforme já anunciado, está fechado para visitação pública até a segunda quinzena de dezembro para reformas. A decisão foi tomada por questões de segurança e também com o intuito de evitar estresse aos animais devido às reformas no playground e em alguns recintos.

Estão sendo feitas melhorias nas estruturas dos recintos para os animais e também na estrutura metálica dos brinquedos e demais equipamentos do local. Aproveitando a reforma, o prefeito José Eduardo Lelis, determinou a instalação de aparelhos de uma “Academia ao Ar Livre”, para que os freqüentadores do espaço e moradores da vizinhança do zoológico possam praticar esportes em um ambiente totalmente arborizado.

“Nós sabíamos que os moradores daquela região da cidade sempre cobraram a instalação de uma “Academia ao Ar Livre”, então optamos por colocar no nosso Zoológico Municipal, pois o praticante do esporte poderá se exercitar em contato com a natureza”, disse o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis, que informou ainda que a possivelmente até o final do mês de dezembro deverá instalar uma “Academia ao Ar Livre” no Bairro João Vaccaro, próxima ao Posto de Saúde, beneficiando a população daquela localidade e dos bairros vizinhos.

Falando da reforma do Zoológico Municipal, o Secretário da Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Rafael Graner Lelis, disse que “é importante ressaltar que a reforma do parquinho é imprescindível para a segurança das crianças que o utilizam. Também temos que proporcionar o bem estar para os animais que ficam alojados no Zoológico Municipal pois, afinal de contas, a grande maioria não poderá ser reintroduzida na natureza”.

“Gostaríamos de salientar a importância do zôo na conservação de espécies que infelizmente não possuem condições de vida livre por isso necessitam permanecer em cativeiro”, enfatizou a Chefe do Zoológico, bióloga, Ana Paula Chaves Campos, ao falar dos motivos para a reforma do espaço que recebe anualmente um grande número de visitantes.

O zoológico de Guaíra também funciona como abrigo transitório para espécimes silvestres capturados ou apreendidos que, após triagem e exames laboratoriais e cuidados específicos, são reintroduzidos na natureza. O local também abriga um núcleo de conscientização ambiental, especialmente para crianças em idade escolar.