Prefeitura otimiza gestão e gasta menos

Prefeitura otimiza gestão e gasta menos

Publicado sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Mesmo assim Prefeitura investiu pesado em saúde, R$ 34 milhões em 2018, gasto de R$ 100 por mês, para cada paciente SUS, um média superior aos custos de plano saúde privados   

A Administração de José Eduardo Coscrato Lélis fechou ano de 2018 com gastos de aproximadamente R$  140 milhões – excluindo da conta os investimentos do Deagua, Fundo de Seguridade dos Servidores e Câmara . Quando comparado com o gasto de 2016 mais de R$ 151 milhões, nota-se a economia  de quase R$ 12 milhões.

O prefeito, José Eduardo Coscrato Lelis atribui esta economia a austeridade, responsabilidade e otimização da gestão. “Com uma gestão firme, apesar de oferecer reajuste para os servidores, implementar melhorias no serviços oferecido a população, conseguimos alcançar o equilíbrio financeiro, proporcionado por medidas adotadas nos primeiros anos de governo”  asseverou o prefeito.

Investimentos nos setores essenciais foram mantidos e ampliados. O município está gastando mais de 23% da sua receita com saúde (a exigência em lei é 15%) uma soma de mais de R$ 34 milhões, para uma base de pacientes cadastrados de SUS de cerca de 31 mil usuários regulares. Desta forma, por mês, a Preditura, somente no quesito saúde, investe em cada cidadão R$ 100.  Um valor superior aos custos de planos de saúde privados.

Mantendo estoques de medicamentos padronizados, com ‘folga’ de três meses, a Prefeitura, na assistência farmacêutica esporadicamente enfrenta problemas pontuais com carência de medicamentos ou outros suprimentos como fraldas, em falta atualmente, porque a empresa vencedora da licitação não entregou um produto com a qualidade conforme contratada e a Prefeitura tem que chamar a segunda colocada para fornecer, depois de realizar os mesmos testes realizado com a primeira empresa. Estes procedimentos, exigidos em lei, atravancam as aquisições e muitas vezes causam a falta para população.

“Só em fraldas, para saúde, assistência social e ordens judiciais o município deve investir neste ano R$ 858  mil.  Estamos investindo também em educação, agora, convocando os professores e outros servidores efetivos para os Cecons, nossa escola de tempo integral.  Já estão licitadas duas mil luminárias de led, para a modernização de nossa iluminação pública, com economia de energia, manutenção e com uma tecnologia muito menos danosa ao meio ambiente. Estamos melhorando a frota, na virada do ano chegaram dois novos caminhões para a limpeza pública e manutenção de estradas. A administração começa janeiro com seu modelo de gestão firme na responsabilidade e honestidade , com uma gestão austera, que está refletindo em melhor qualidade de vida para população .Tudo isso gastando menos “, celebra José Eduardo.

Outro projeto importante, que se arrastava desde 2011 e agora sairá do papel é a Área Azul,  que vem para regular o trânsito no centro comercial, favorecendo aos clientes das lojas e usuários de bancos e outros serviços, que atualmente não encontram vagas para estacionar.