Skip to content
E-mail
secretaria@guaira.sp.gov.br
Ouvidoria
0800 941-1000
Horário de Funcionamento
Seg - Sex 10:00 - 16:00
Notí­cias

Começa segunda-feira o mutirão contra a dengue, chikungunya e zika

Publicado sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

site-mutirão-dengue

Na segunda-feira, dia 16, numa ação inicial do governo de José Eduardo Coscrato Lélis, começa o Mutirão da Limpeza e Eliminação de Criadouros. A mobilização que envolverá diversos setores da administração especialmente Saúde e Limpeza Pública tem o intento de limpar a cidade para evitar a proliferação do Aedes aegypti  o mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika. Doenças graves que causam sérios agravos í  saúde e podem matar.

No mutirão, que percorrerá toda cidade, um carro de som passará avisando previamente quando as equipes da Prefeitura estarão naquela localidade verificando quintais, casas, terrenos vagos e outros, na busca de criadouros e potenciais criadouros.

Aproveitando a força tarefa contra o mosquito os moradores são orientados a dispensar os inserví­veis na rua, para que os caminhões e pessoal do mutirão possam recolher.

Com o aumento da infecção pela chikungunya e zika a preocupação da Vigilância em Saúde triplicou de acordo com a Chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Priscila Maria Lelis Henrique.  Ela acentua a importância da participação da população no enfrentamento ao mosquito e as doenças que propaga. í‰ preciso, principalmente, que todos moradores recebam os agentes do controle de vetores em suas residências. Estes profissionais são treinados e têm muita experiência para detectar locais, recipientes e situações propensas a criadouros do Aedes.

Por outro lado a população tem que colaborar descartando os materiais imprestáveis que estão nas residências, quintais e terrenos não edificados durante a mobilização.

O Secretário Municipal de Saúde, Jorge Uatanabe do Prado manifesta que este é o momento ideal para os cidadãos promoverem a limpeza dos quintais. Porque já nos primeiros dias do ano a nova administração vem promovendo, inclusive com apoio de produtores rurais que emprestaram máquinas, uma intensa intervenção de limpeza em toda cidade, com enfoque especial para praças, parques e vias do entrono. Uma medida de saneamento que também tem resultados na redução da infestação do vetor.

A forma mais eficaz de evitar a dengue, febre chikungunya e zika é evitar que o Aedes aegypti  prolifere, ainda mais porque, o inseto é também, no meio urbano, propagador da febre amarela, que recentemente causou mortes na região (Ribeirão Preto e Bady Bassitt – próximo a Rio Preto ).

Diretoria de Comunicação