Skip to content
E-mail
secretaria@guaira.sp.gov.br
Ouvidoria
0800 941-1000
Horário de Funcionamento
Seg - Sex 10:00 - 16:00
Notí­cias

Covid-19: Como se proteger?

Publicado quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Confira medidas não farmacológicas de prevenção da pandemia do Novo Coronavírus

Diante a emergência ocasionada pelo coronavírus SARS-CoV-2, o reconhecimento da pandemia pela OMS e a declaração e Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), o Ministério da Saúde tem estabelecido sistematicamente medidas para resposta da Covid-19

Entre as medidas indicadas pelo Ministério da Saúde, estão as não farmacológicas, como o distanciamento social, etiqueta respiratória e a higienização das mãos, uso de máscaras, limpeza e desinfecção de ambientes, isolamento de casos suspeitos e confirmados e quarentena dos contatos dos casos de Covid-19, conforme orientações médicas.

Ademais, o Ministério da Saúde recomenda ainda a vacinação contra a Covid-19 dos grupos prioritários conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação.

Estas medidas devem ser utilizadas de forma integrada, a fim de controlar a transmissão do SARS-CoV-2, pemitindo também a retomada gradual das atividades desenvolvidas pelos vários setores e o retorno seguro do convívio social.

Ressalta-se a necessidade de manutenção das medidas não farmacológicas na prevenção da infecção pelo vírus da Covid-19, conforme informações que segue.

DISTANCIAMENTO SOCIAL

A idéia é limitar o contato próximo entre pessoas infectadas e outras pessoas. O distanciamento é importante para reduzir as chances de transmissão do SARS-CoV-2. Principalmente durante a pandemia, devem ser adotados procedimentos que permitam reduzir a interação entre pessoas com objetivo de diminuir a velocidade de transmissão do vírus.

Trata-se de uma estratégia importante quando há indivíduos já infectados, mas ainda assintomáticos ou oligossintomáticos (pacientes com sintomas leves), que não se sabem portadores da doença e não estão em isolamento.

Além disso, recomenda-se a manutenção de uma distancia física mínima de pelo menos 1 metro de outras pessoas, especialmente daquelas com sintomas respiratórios e um grande número de pessoas (aglomerações) tanto ao ar livre quanto em ambientes fechados.

Garantir a boa ventilação em ambientes internos também é uma medida importante para prevenir a transmissão em ambientes coletivos. Segundo o instituto estadunidense CDC – Centro de Controle e Prevenção de Doenças –  e a OMS – Organização Mundial de Saúde, aglomerações representam um risco alto para disseminação do SARS-CoV-2. Para isso, considera-se o aglomerado de várias pessoas num mesmo local, onde se torna difícil para as pessoas permanecerem a pelo menos 1 metro de distância entre elas.

Quanto mais pessoas interagem durante este tipo de evento e quanto mais tempo essa interação durar, maior o risco potencial de infecção e disseminação do vírus SARS-CoV-2. Lugares ou ambientes que favorecem a aglomeração de pessoas devem ser evitados enquanto durar a pandemia.