.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

De segunda a sexta-feira, das 10h às 16h

Idioma

Português

English

Español

Francese

Deutsch

Italiano

Meio Ambiente e Agricultura - Quinta-feira, 09 de Março de 2023

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Bugios fêmeas resgatadas e recuperadas pelo Zoo de Guaíra vão para santuário em Assis

Zoológico de Guaíra é a única instituição na região que recebe animais silvestres capturados, acidentados ou apreendidos Polícia Ambiental, faz tratamento e devida destinação


Zoológico de Guaíra é a única instituição na região que recebe animais silvestres capturados, acidentados ou apreendidos Polícia Ambiental, faz tratamento e devida destinação 

Nos meses de outubro e novembro de 2022 o Zoológico Municipal Joaquim Garcia Frando, de Guaíra,  resgatou duas fêmeas de Bugio Preto (Alllouuatta caraya). Ambas tinham ferimentos gravíssimos e de origem desconhecida.

Os animais foram prontamente acolhidos pela equipe técnica do zoológico e pela médica veterinária, chefe do Setor de Zoonoses da Prefeitura, Marina Tristão receberam o atendimento veterinário. Apesar os esforços da equipe os ferimentos dos animais eram muito graves e ocasionaram a perda de membros.

A recuperação foi lona, difícil e demandou muitos esforços de toda a equipe com curativos e medicações diária, suplementação vitamínica e, até, fisioterapia para a melhora do quadro. Mas todo o esforço deu resultado e ambas macacas se recuperaram muito bem, mesmo com perda de membros.

Há cerca de um mês a equipe do zôo começou a aproximação das duas fêmeas para que pudesse fazer companhia uma à outra. E, após um período de quase 30 dias, elas foram finalmente colocadas juntas no mesmo recinto, um pareamento que foi considerado um sucesso pela equipe técnica.

Agora mais uma etapa no complexo procedimento de resgate e acolhimento de animais prestado pelo zoológico de Guaíra será o transporte das bugios para a cidade de Assis, onde funciona a APASS -  Associação Protetora de Animais Silvestres –uma entidade, sem fins Lucrativos, não governamental, que atua na defesa do meio ambiente, em especial à fauna silvestre, educação ambiental e  atividades de apoio técnico e científicos. Uma instituição que tem excelente estrutura para receber os animais, uma vez que a necessidade de cuidado com estas macacas que perderam membros do corpo é constante.

“Acreditamos que como aqui, no atendimento de urgência, lá na APASS as bugios fêmeas serão muito bem cuidadas e poderão viver com dignidade”, comentou a chefe do Departamento Municipal de Meio Ambiente, Estefane Nascimento Leoncine Siqueira.

O motivo da transferência para essas bugios é para que possam ser acompanhadas em um recinto de vivência permanente, em Guaíra residem provisoriamente, até a recuperação dos ferimentos. Os bugios são primatas cuja espécie é considerada ameaçada no estado de São Paulo.   

366 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Município de Guaíra - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.